Sentimentos: Abrace-os ou negue-os!

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Segundo Wikcionário, sentimento é: "uma emoção; uma percepção ou atitude emocional".
O que você pensa a respeito deles? 
Não estou falando da opinião que você expressa em um meio com o objetivo de obter a aprovação da maioria. Me refiro à sua verdadeira opinião, aquela que independe da aprovação e julgamento de terceiros.
Muitos ainda podem dizer que não tem nada contra a expressão de sentimentos, mas quantos olhares de julgamento recebe alguém que deixa correr uma lágrima?! Coloque esse julgamento ao quadrado se a pessoa em questão a deixar rolar a lágrima for um homem.
Lógico que ninguém gosta de ser julgado de tal forma, por isso muitos tomam como caminho esconder e negar seus sentimentos. Será essa a única solução para esse problema? Inaceitável!
Qual a sua atitude em relação a isso? Abraça ou nega seus sentimentos? Já se pegou julgando quem os abraça? Quando foi a última vez que derramou uma lágrima sem medo do que iriam pensar? Quando foi a última vez que disse "Eu Te Amo" sem medo de ser considerado clichê ou careta? Quando foi a última vez que abraçou seus sentimentos sem medo de ser feliz?

4 comentários:

Eduardo Montanari disse...

Esconder os sentimentos, boicotá-los é a pior coisa que podemos fazer. As vezes somos obrigados a fazer isso, ocultar nosso verdadeiro eu do mundo, fingir ser outra pessoa, fria, sem sentimentos, indiferente, porque o mundo está se tornando mais assim a cada dia. Mas ainda existem pessoas com quem podemos contar e com quem podemos nos abrir, mostrar realmente quem somos, demonstrar nosso carinho, amizade e receber o mesmo em troca. E isso é muito bom. Pobres das pessoas que não conseguem fazer isso, tenho pena delas.
Agindo dessa forma, mostrando quem somos realmente para pessoas nas quais confiamos, também acabamos descobrindo muito de nós mesmos que não conhecíamos, ou seja, é uma troca equivalente e maravilhosa.

sobrefatalismos disse...

Tudo vai muito pelo lado "não fça (no caso nao diga) aos outros o que não gostariam que fizessem com você. Ferir é muito normal (estou, aliás, tentando regular isso), mas é necessário, apesar de tudo.
Dizer "eu te amo", Levi, é sempre mais difícil do que criticar.
Beijos!

sobrefatalismos disse...

Tudo vai muito pelo lado "não fça (no caso nao diga) aos outros o que não gostariam que fizessem com você. Ferir é muito normal (estou, aliás, tentando regular isso), mas é necessário, apesar de tudo.
Dizer "eu te amo", Levi, é sempre mais difícil do que criticar.
Beijos!

BON VIVANT disse...

Oi Levi, insisto seu textos são muito bons. Se vc me permite vou dar a minha uma rápida opinião sobre o seu temor ou preocupação quanto aos " topques" entre os personagens.Escrever é uma forma de nos traduzirmos para os outros, quiça uma das formas mais sútis que existe. Vc apesar da sua enorme sensibilidade é muito jovem e certamente ainda tera muitos contatos fisicos agregados a sentimentos e desse modo transportará esses pequenos milagres ao seus textos. Mais deixe isso com o tempo, vc já tem algo muito valioso, um estilo próprio. um grande Abraço.
Bon Vivant.

 
diHITT - Notícias